domingo, 13 de janeiro de 2013

Quando o anjo negro levou você


Estou caindo da torre mais alta do castelo, estou caindo dentro da escuridão. Estou vendo meus olhos se fecharem lentamente enquanto eu luto para conseguir segurar a sua mão mais uma vez. Todos estão de pé me assistindo cair e todos conseguem ver como estou lutando para conseguir segurar a sua mão, mas eu não consigo, você está sendo puxada pelo anjo negro que está tentando arrancar teu coração, que quer te levar para tão longe de mim.
Fecho os meus olhos e grito o mais alto que eu posso para que ele te deixe ficar aqui comigo, mas ele te puxa pelos braços e eu deslizo no chão para bem longe. As lágrimas fazem meu rímel escorrer enquanto eu grito pedindo que o anjo negro leve a mim ao invés de você, mas ele parece não me ouvir, muito menos ver meu desespero ao saber que estou perdendo você.
Eu toco a sua mão, mas você não corresponde ao meu toque, eu te abraço e você não me aperta forte como antes, eu choro e as minhas lágrimas te cobrem com a minha tristeza, eu digo que te amo e não te ouço mais dizer “eu também” e isso me faz sofrer.  Por que o anjo negro tinha que ser tão cruel e me tirar justo você?
Eu ouço vozes, eu ouço choros, mas nada que eu escute é tão forte para abafar a dor que eu estou sentindo por te perder. Meu coração está sendo quebrado e eu não sei como vou conseguir consertá-lo sozinha, não sei como eu vou acordar e viver sabendo que não irei mais te ver.
O céu está cinzento porque o anjo negro te tirou dos meus braços e me fez cair de lá de cima da torre de onde eu não pude mais segurar você. Logo a noite vai vir para tentar me fazer esquecer por algumas horas o quanto está sendo doloroso te perder, mas quando eu acordar e não te ver eu vou desejar ter morrido para não ter que conviver sabendo que nunca mais vou olhar no fundo dos seus olhos e te dizer o quanto eu amo você.

2 comentários:

  1. o texto tá bem escrito como sempre, mas só uma dúvida: o anjo negro é a morte ou alguma vagabunda?

    ResponderExcluir

Comentários