quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Dor



Dor, porque falamos tanto de dor ?
penso que a dor as vezes nos motiva a algo positivo, não de imediato, mas sim a longo prazo, hoje já tive minha parcela de dor, e o engraçado é o pensamento de que toda a dor está envolvida com o amor, para falar a verdade não tenho muita noção do assunto amor, sim já amei, mas também senti dor, mais vezes do que amei, talvez por isso este assunto me intriga, mas e a vocês, qual é sua dor hoje?

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Animê: Shugo Chara





Esse animê e mangá é um desenho japonês é do gênero SHOUJO (é um termo usado para referir mangás para garotas, apesar de poder também interessar a qualquer gênero ou faixa etária) de romance, comédia e estilo colegial. Criado ppr autor Pach-Pit, uma dupla de mangakás formada por Banri Sendo e Shibuko Ebara o animê anda tendo sucesso pelo mundo todo, trazendo um grande número de fãs como cosplys em eventos de animês.

A primeira temporada é a Shugo Chara, a segunda Shugo Chara Doki e a terceira Shugo Chara Dokki Doki!

Já assisti esse animê e ainda amo de paixão! Quero dizer aos leitores que vale muito a pena assistir, é um dos melhores animês para garotas. Embora o Shugo Chara seja voltado ás garotas pelo romance, aconselho a todos a assistirem.

O resumo peguei do ANIMALOG pois é um dos melhores sites de animês e mangás online (embora preferisse Naruto Project com melhor resolução das imagens expandidas), espero que conheçam o anime e se apaixonem por ele tanto quanto a mim ^---^

Hinamori Amu é uma garota do Ensino Fundamental popular no colégio por seu estilo de se vestir e por sua atitude fria e calma (Cool and Spicy!). O que poucos sabem é que Amu demonstra essa personalidade sem querer. Na verdade, é uma pessoa tímida e que fica nervosa facilmente, que gostaria de ser como qualquer outra garota da sua idade mas tem medo de que não a aceitem desse jeito.

É do desejo de ser mais honesta com ela mesma que aparecem 3 ovos na cama de Amu pela manhã. No início ela leva um susto, porém resolve tomar conta deles para ver o que vai nascer e os leva para o colégio.

Na Seiyo Elementary Amu não é a única conhecida por todos, lá existe um comitê formado por 4 alunos que protegem os demais das regras estritas do colégios e de outros perigos, eles são os Guardiões… cada um deles representado por uma carta de baralho: Yaya (Ás), Nadeshiko (Rainha), Kukai (Valete) e Tadase (Rei).

Depois de Amu passar por algumas encrencas, os Guardiões explicam que dos Ovos nascem Guardiões Charas, seres que habitam o coração de cada pessoa e que são o “verdadeiro-eu” de seus donos. Cada um dos guardiões tem um Chara e são muito amigáveis com Amu, o que faz com que ela fique cada vez mais próxima deles… Para grande felicidade da própria Amu, pois ela é apaixonada por Tadase mas nunca teve coragem de revelar seus sentimentos. Os Guardiões dão a posição de Coringa(Joker) para Amu, tornando ela uma Guardiã também.

Aos poucos que suas Guardiãs Charas Ran, Miki e Su vão despertando,Amu aprende também que há pessoas trabalhando para a empresa Easter que estão atrás de um Ovo mágico que pode realizar qualquer pedido, o Embryo. Para atraí-lo a Easter transforma Ovos comuns em X Eggs(com energia negativa). Alguns dos que trabalham para a Easter são Ikuto (um adolescente sarcástico com jeito de gato que desperta o interesse de Amu e vice-versa) e Utau (uma cantora pop super conhecida e faz tudo por Ikuto), porém esses dois não concordam com os métodos da empresa e só trabalham porque são forçados a isso, por esse motivo é que eles ajudam diversas vezes os Guardiões.

Para proteger não só o Embryo, mas também todos os Ovos que correm perigo, Amu recebe de Tadase o Humpty Lock, um cadeado mágico que permite aos Guardiões se fundirem completamente com seus Charas. Cada Chara tem o poder de transformar a personalidade de seus donos, por exemplo: Ran deixa Amu mais animada, Miki a torna uma grande artista e Su faz ela tornar-se boa em habilidades domésticas. Há mistérios envolvendo o Dumpty Key, uma chave mágica que parece fazer par com o Humpty Lock de Amu, de Ikuto e seu violino, sem contar também com o passado do rapaz que aos poucos vai se desvendando.

Muitas risadas com os diferentes Charas aprontando por aí e com as confusões em que Amu e seus amigos se metem. Com um enredo bem conduzido, Shugo Chara! foi uma das revelações de 2007, ganhando fãs em todo o mundo e disparando os acessos em sites de vídeos para assistir aos episódios com legendas em inglês.



Os espisódios do animê são legendados em português, mas encontrei o trailer dublado por fãs brasileiros:
 
Aqui os episódios das temporadas de Shugo Chara
Primeira temporada:
Segunda Temporada:
Terceira Temporada:
Fonte dos episódios: animalog

Pessoal espero que tenham gostado. As cantoras das aberturas do animê fazem muitos shows como cosplays e fica muito legal.
Existem vários cosplays do desenho, muitos objetos e infinitas coisas do animê!

Assistam!








sábado, 23 de fevereiro de 2013

A doença do amor não correspondido



Eu estou ouvindo aquela música que quando escuto me lembro de você, ela é só mais uma da nossa trilha sonora que você nem se quer faz ideia que existe. A letra diz: deixa para lá, eu vou achar alguém como você, mas eu sei que para falar a verdade eu não vou encontrar, não importa quanto tempo eu passe procurando, nenhum outro é como você, porque querido ninguém tem o meu coração, apenas você.
Acho que você nem faz ideia de como esses anos tem sido péssimos pra mim, amando alguém que nem me ama e que está com outra pessoa, enquanto eu estou bem aqui esperando por algo que eu sei que nem vai acontecer e que você também sabe.
Me iludi sozinha, amei sozinha e por isso fui por tanto tempo a protagonista dessa história de dor e horror. Tentei tantas vezes virar a página dessa história, mas eu nunca consegui, nunca consegui simplesmente esquecer e deixar tudo pra trás como se nada tivesse tido o significado que teve na minha vida. E sabe o por quê? Por que sou simplesmente fraca demais, porque não consigo me livrar de uma vez de algo que me machuca tanto, porque eu não sei qual é a cura dessa doença chamada: amor não correspondido.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Pano de Chão




Pode até ser que o fim possa ser adiado, mas acredite, uma hora ele sempre chega. E eu não estou falando apenas do nosso fim, da morte, estou falando também do fim de uma amizade, de alguma coisa ou de um namoro. Não importa o quanto você costure as feridas, não importa se você quer deixar tudo no passado. No fim tudo se ajunta, tudo pesa na balança, mesmo as coisas que você quis deixar no passado e então quando é posto tudo na balança você acaba optando pelo fim.
Optando pelo fim da solidão, da tristeza, das lágrimas e da amargura, mas quando o fim desse relacionamento chega, seja lá que tipo de relacionamento for, você acaba dando início há outra solidão, outra amargura, outra tristeza, e agora, para ferrar tudo de vez: há o inicio da saudade.
Nós estamos acostumados a não simplesmente aceitar o fim e nem a esperar que ele chegue, nós simplesmente o adiamos com a esperança de que ele nunca chegue, de que as coisas mudem, de que tudo se concerte e de que realmente as feridas possam ser costuras, mas acabamos descobrindo que nem sempre elas podem.
Costuramos até não podermos mais, remendamos até ter mais linhas do que panos, até fingir e lembrar mais das alegrias do que das tristezas, que nesse momento são inúmeras vezes mais, mas que mesmo assim a diminuímos para continuar tentando seguir em frente com o que nós já sabemos que chegou: o fim.
Mesmo com o ultimo fiapo, mesmo que aquilo tenha muito mais linha do que pano, nós continuamos. Continuamos tanto, que quando tudo acaba já foi longe demais, você já se acostumou com tudo e então acaba sendo tudo mais doloroso, porque nós sabemos que ele, que o fim, sempre é.
O fim mesmo que ás vezes venha para o mal, nos sabemos: ele é preciso. Sem o fim não haveriam recomeços, ou até mesmo novos começos. Sem o fim não haveríamos novas chances, novas escolhas, novas alegrias e até: novos relacionamentos.
Nós ás vezes precisamos do fim para sabermos que devemos comprar outro pano ao invés de ficar remendando e costurando tanto algo que já foi tão rasgado, tão ferido, tão machucado.
Eu sei que vai doer em você assim como já doeu em mim, mas quando o pano já estiver muito perfurado e remendado: por favor, troque o pano, troque quando você souber, quando já estiver claro que ele não te serve mais e não fique por ai tentando costurar pano de chão quando ainda existem vários panos de prato!


domingo, 17 de fevereiro de 2013

Tão Diferente


Sim, eu sou diferente de todas que você já conheceu, mas o contrário do que você pensa ser diferente não significa e nunca significou ser estranha. Talvez você precise disso, talvez você precise de mim porque eu sou a novidade, sou aquela que vai dar um baita chacoalham na sua vida e dar um pouco de alegria a sua tristeza.
Eu sou diferente, e acredite eu nunca quis ser como todas as outras porque todas as outras são muito sem graça. Que graça tem ser igual? Eu sou descolada, não tento interpretar papéis que eu não sei, não sei ser uma pessoa que eu não sou, porque não sou atriz e não estou a fim de atuar, de viver uma mentira, de ser quem eu não sou só para te agradar.
Aceite simplesmente que a novidade é mais interessante, que todas elas são tão sem graça e sem sal que você se encanta e me admira por não ser como todas elas. Eu não quero ser como elas, eu não sou um robô para ser programada e ser quem eu sei que não sou e se você está cansada de todas elas, fique comigo e aceite quem eu sou.
Por favor, não se assuste, eu não quero que você se afaste de mim. Eu só quero que você abra a mente, que não seja alienado e que aceite, que goste e que me ame por eu ser diferente porque eu já estou ficando cansada de procurar alguém que tente me entender e gostar de mim por quem eu sou, mesmo que diferente.
Não se afaste, não fuja, porque eu estou aqui, estou bem na sua frente e pronta para mudar a sua mente, alegrar a sua vida e mostrar que você pode ser como eu, que pode ser diferente e que ser diferente é bem melhor do que ser comum, do que ser normal e do que gostar dessas garotas programadas para fingirem ser quem não são ou para serem e agirem como babacas.
Sim, me aceite, me deixe entrar na sua vida, me deixe te fazer viver de verdade, me deixe ser e me deixe te mostrar como é bom ser diferente. Me dê a mão e eu te mostrarei um mundo completamente diferente desse, onde a chama dentro de mim é tão quente que se você me beijar eu pegarei fogo, onde o mundo é nosso, onde tudo é tão... Tão diferente. Por que ser diferente é tão... Tão... Diferente!

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Corte Sidecut



Febre na década de 1970 e 1980 o corte sidecut era muito usado por pessoas do estilo punk.
De origem inglesa esse corte ousado volta com tudo, principalmente na cabeça da mulherada que a cada dia mais estão perdendo o medo de cortar suas madeixas com cortes radicais e curtos. O sidecut consiste em raspar totalmente uma das laterais da cabeça, fazendo com que os fios compridos sejam penteados para o lado, o corte também pode ser feitos raspando as duas laterais. Pessoas que tem muita personalidade, principalmente os jovens e até mesmo famosas estão aderindo o corte, que tanto tendo seu lado de rebeldia não deixa as garotas perderem sua aparência feminina. Para quem quer adquirir este estilo e ficar na moda é indicado procurar profissionais, de preferência cabelereiros que já tenham experiência no corte, pois é muito fácil errar o corte e deixar o desenho assimétrico, deixando o traçado torto ou desproporcional. O corte tem que acompanhar o contorno da cabeça, afirmam os cabelereiros com experiência.
Pra quem curtiu o estilo, mas não tem coragem de cortar o cabelo, aconselho a verem esse vídeo muito fácil, rápido e prático pra fazer penteado do sidecut, como escrito no vídeo “falso sidecut” onde não é necessário cortar o cabelo.
Vale a pena conferir!





Paródias Engraçadas

É sempre bom dar risada, por isso separei algumas paródias bem legais de músicas de famosos que o canal Galo Frito fez com vídeo!
Vale a pena dar uma conferida!



quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

O Grande Dia


Me guardo pro grande dia, o dia que nos encontraremos novamente, o dia em que poderíamos fazer tudo diferente, me guardo porque sei que só irei ser feliz completamente ao seu lado, me guardo pra quem sabe um dia eu possa te sentir eternamente...


Escrito por: Karol Carvalho 






Postagem por:

Carta de Adeus á um Idiota



Sai e descobri que minha vida é muito mais do que ficar pensando em você e esperar que um dia você me ame. Eu vi que eu posso dar muito mais sorrisos do que derramar lágrimas e percebi o quanto era cansativo me sentir daquele jeito. Eu me sentia tão infeliz, tão triste e perturbada e quando eu descobri que sim, que eu poderia me sentir diferente, eu adorei aquela sensação.
Por alguns dias eu não te sentia, eu não te conhecia e não te amava, e acredite, aquilo tudo foi tão bom, mas tão bom que eu decidi que queria sentir tudo aquilo outra vez. Chega de me enganar, de passar horas em frente a uma tela de computador ao invés de viver só pra esperar ver você ficar online, chega de noites mal dormidas, de angústias tão sofridas, de lágrimas tão feridas, chega de acreditar que você vai me amar quando depois de tanto tempo não ama.
Não quero mais esperar você tomar uma decisão que no fundo eu sei, você nunca vai tomar. Eu sei que já disse isso tantas vezes, eu sei que disse e nunca deixei e não deixei porque te amo, mas eu aprendi que eu posso pelo menos tentar esquecer, ou esquecer por alguns meses, ou alguns dias, ou algumas horas ou até nem que for por alguns minutos ou segundos eu só preciso esquecer de tudo isso.
Chega de tentar ser perfeita, de esconder defeitos porque acho que você não vai gostar. Eu simplesmente sou o que sou, você goste ou não, você conhecendo ou não, essa sou eu.
Acho que isso tudo já está ficando casual demais, acho que na verdade sempre foi porque eu conheci o garoto que digitava palavras em que eu acreditava, mas pessoalmente eu vi uma pessoa completamente diferente daquela, e que diferente daquela, ao invés de me fazer sorrir, me fez derramar várias lágrimas quando tirou aquela máscara que usava e a inverteu: tornou-se bom pessoalmente e ruim virtualmente. Você se tornou o oposto do que era, não me respondia ou quando respondia demorava horas pra fazer isso, me magoava e dizia palavras que me ofendiam quase sempre e depois não se importava com o que eu acabava sentindo. O pior é que pessoalmente fingia ser bom moço, olhava-me com cara de amoroso e me tratava bem, mas mesmo assim, eu descobri que estava com um estranho e não com o garoto dos meus sonhos.
Não me conhecia bem e não fazia se quer questão de me conhecer direito, simplesmente fazia pré-julgamentos de mim e formava na própria cabeça a imagem de uma garota que eu não era e que nunca fui. E quando eu falava dos meus sentimentos? Ai era a gota d’água para você, era o fim do mundo, era um furacão do qual você não queria ser pego de jeito nenhum. Dizia que eu fazia drama, de que era imatura, como se houvesse algum tipo de imaturidade em simplesmente amar só porque nunca entendeu que aquela era a minha forma de amar.
Abria sorrisos falsos, dizia palavras que nem de longe pareciam verdadeiras, mas que eu me deixava fingir acreditar, me deixava fingir ser cega e não perceber que estava apenas sendo usada, porque eu só queria poder ter a chance de amar quem eu amo. Agora você deve achar que é o maioral, que me fez de trouxa e que é o cara porque soube me enganar direitinho, mas na real: você nunca foi. Desculpa estar te fazendo cair do cavalo, mas a realidade é que eu sou esperta demais pra isso, eu já ouvi muito falar de caras como você e eu definitivamente não me deixei enganar por você, eu mesma me enganei porque queria amar, mesmo que não fosse amada.
Acho que agora já chega, acho que já falei demais pra alguém que nunca mereceu ouvir uma palavra sair da minha boca, ou ler quando eu escrevia que te amava, que tempos depois voltei a dizer que “achava” que te amava, não mais que te amava e nem o “achava” você um dia mereceu ouvir e eu disse, ainda disse muito, me iludi muito.
Acho que a babaca nessa história toda sou eu, sempre fui. Porque diabos eu tive que insistir nisso? Por que simplesmente depois de ter levado um fora eu não fiquei quieta e segui em frente tentando superar você? Agora simplesmente vai ser tudo mais difícil de superar, de esquecer porque eu nunca vivi e nunca senti nada disso que eu senti por você antes e agora também não sei como é esquecer coisas assim, só sei que é difícil pensar sobre isso, imagine então esquecer?
Mas esqueça, se é que já não esqueceu, esqueça. Não é maldade de forma alguma, mas eu desejo que você sofra do mesmo jeito que eu sofri e que passe pela mesma situação que eu passei, pra que depois você olhe para trás e se lembre de que fez o mesmo com alguém que te amou muito.
Esse é o meu adeus, porque cansei de sofrer, porque não suporto mais amar você e ser tratada desse jeito. Não vou nem reler essa carta, porque se não vou desistir de entregar, e você precisa saber idiota, algumas coisas que eu penso a respeito de você.
Adeus, e do fundo do meu coração, eu espero que se arrependa amargamente do que fez comigo (mesmo que seja tarde) ou que sofra igual eu sofri.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Modelo de Bom Filho


Resurgiu em mim um sentimento antigo.
A rebeldia voltou, quero curtir, quero festejar.
Beber até cair, fumar até não ter mais ar.

Durante muito tempo banquei o certinho,
O modelo de bom filho.
Vou curtir até o Sol surgir, voltar no dia seguinte.
Meu grito de guerra.
Desculpe pela tatuagem mãe, pelo menos é o seu nome.
Os piercings são de brinde.

Agora quero que dane-se tudo.
Vou aprontar, só quero ser feliz.
Quero curtir.
Estou sentindo uma agitação, eu não consigo parar.
Estou feliz.
A música está me controlando está noite.
Do pecado da luxuria até a gula.

Durante muito tempo banquei o certinho,
O modelo de bom filho.
Vou curtir até o Sol surgir, voltar no dia seguinte.
Meu grito de guerra.
Desculpe pela tatuagem mãe, pelo menos é o seu nome.
Os piercings são de brinde.

Estou sendo rebelde, mas entenda.
Só quero liberdade, só um pouco de sacanagem.
Depois minha mãe vai me internar
Ela acha que estou ficando louco.

Talvez eu realmente esteja louco.

Pisou na bola


Você era meu mundo, meu sonho, mas garoto você pisou na bola.

Pisou na bola, pisou na bola.

Seus segredos podem me revelar outro garoto,

Alguém que eu não conheço você pode ser outro.

Talvez eu não devesse ter me apaixonado assim.

 

Eu não sei mais quem é você

O garoto que está do meu lado agora é um estranho

E aos poucos vou descobrindo seus segredos

Você está omitindo fatos, talvez esteja só me usando.

Será que sou uma peça do seu jogo?

Você era meu mundo, meu sonho, mas garoto você pisou na bola.

Pisou na bola, pisou na bola.

 

Me chama de louca quando sabe que está errado,

Porque você e eu sabemos que está aprontando.

Aumenta o tom da voz e faz drama como se eu fosse á culpada dos seus erros.

Não adianta mais fingir eu já sei quem você é.

Não é o garoto em que eu me apaixonei,

Quem é você estranho?

Você era meu mundo, meu sonho, mas garoto você pisou na bola.

Pisou na bola, pisou na bola.

 

Garoto malandro, você pisou na bola, cai fora.

Eu percebi o seu joguinho

Jogou charminho e me usou como brinquedinho.

Pisou na bola, cai fora.

Você era meu mundo, meu sonho, mas garoto você pisou na bola.

Pisou na bola, pisou na bola.

Cai fora, cai fora.

 

Me Tornei Adulto


Dormir cedo, acordar cedo.

Essa é uma vida monótona

Eu sei que tenho que me acostumar.


Fiz dezoito anos e meus pais me obrigaram a trabalhar.

Olheiras em meus olhos e me perguntam se apanhei ou se estou bem.

Ficar a madrugada estudando para o vestibular.

É tudo oque desejei desde criança.

Sou adulto agora, sou adulto agora.

Eu só quero ser independente, mas o sistema me prende.

Sou bandido jovem tentando roubar minha liberdade.

Que crueldade.


Pensei que ia arrasar, que iria aprontar.

Mas o mundo não me deixa escapar.

Cotidiano sem graça, matérias para estudar.

Se eu não passar no vestibular vou me ferrar.

Eu só quero ser independente, mas o sistema me prende.

Sou bandido jovem tentando roubar minha liberdade.

Que crueldade.


É uma barbaridade no final do mês contas para pagar.

Ligações de telemarketing me falando coisas que não entendo.

Palavras difíceis escritas no contrato da faculdade.

Não sou analfabeto, mas não entendo.

Não estão me entendendo não era isso que queria.

Eu só quero ser independente, mas o sistema me prende.

Sou bandido jovem tentando roubar minha liberdade.

Que crueldade.


Cinco e meia da manhã o despertador toca,

Recém universitário indo ganhar merreca.

Eles acham que sou otário, mas sou simplesmente solitário.

Vivo indignado.

Meu salário só da pra pagar contas e no final de contas

Não tenho tempo, sou escravo da vida,

Trabalho somente pra viver para trabalhar.


Que hipocrisia e a cada dia tudo piora

Cansado do meu trabalho, não posso me demitir.

Eu só quero ser independente, mas o sistema me prende.

Sou bandido jovem tentando roubar minha liberdade.

Que crueldade.

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Agosto



Aquele era o meu mês favorito porque era o mês do meu aniversário, mas pela pior razão de todas, tornou-se o mês mais detestável porque você se foi para sempre. Desde então eu venho tentando controlar, abafar e não lembrar da dor que a sua ausência me causa.
Eu adiei por tanto tempo ter que pensar naquele momento, mas um dia eu tive que ver esse momento chegar e te levar para tão longe de mim... Passou-se mais de um ano, mas a dor está aqui, e ela ainda é tão recente, como se fosse hoje ela dói, ela queima, ela me destrói de um modo tão intenso que eu não sei explicar...
E eu ainda me pergunto, porque você se foi? Por que teve que ir? Por que simplesmente teve que me deixar quando ainda preciso tanto de você? Quando eu ainda não aprendi a ir embora sem você no portão me olhando ir com medo de que eu não pudesse mais voltar, quando eu ainda sinto falta de ouvir você me gritar, quando eu ainda quero poder abraçar alguém quando o dia das mães chegar, quando eu não consigo, não consigo me acostumar e acreditar que você realmente nunca mais vai voltar...

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

A Frieza do Seu Olhar



Eu sei que eu disse coisas que não deveria ter dito e você não faz ideia do quanto eu estou arrependida de tudo o que eu te disse. Eu sei que mesmo que você negue até a morte você se magoou, porque mesmo que você diga que não, eu sei que você também se magoa assim como qualquer ser humano. Pare de ser tão orgulhoso, pare de fingir que não se importa quando as suas próprias atitudes te entregam e mostram que você se importa. Pare de tentar ser diferente ou de tentar me mostrar que sou tão insignificante ao ponto de não conseguir te ferir quando estou dizendo coisas que eu sei que ferrem.

Eu sei que eu te magoei e te peço desculpas. Eu vejo que a sua angustia está disfarçada na sua frieza, na tranquilidade que você diz que tem, nas lágrimas que você luta para nunca mostrar.

Eu vi os seus olhos brilhando enquanto eu dizia tudo aquilo e você desvia os olhos tentando me evitar. Eu vi por dentro você chorar enquanto por fora fingia não se importar tentando deixar evidente a frieza, a indiferença com tudo o que eu tinha para falar. Por que não para de atuar e mostra as lágrimas que estão ai, prontas para saltar dos seus olhos ao invés de me ignorar?

sábado, 2 de fevereiro de 2013

Navegar



Eu tentei remar, mas descobri que sozinha não dava. O barco estava afundando, você pulou e me deixou lá sozinha e eu afundei. Afundei no mais profundo das angústias enquanto eu via você me deixar e nadar com outra pessoa para onde eu não pudesse te alcançar.
Você se foi, mas se esqueceu de me levar. Eu fiquei e vi tudo afundar enquanto eu tentava te alcançar. Eu gritei, mas você não quis me escutar, assim como não me ajudou a remar quando viu que o barco poderia afundar. Você sabia que se tivéssemos remados juntos nada disso teria acontecido, que o amor não tinha ido embora e que eu não teria me afogado.
Eu não quero mais entrar em nenhum outro barco, eu não quero mais correr o risco dele se afundar ou de virar e eu me afogar de novo. Não dá, é doloroso demais e eu juro que tenho medo de tentar de novo porque nesse tipo de mar, nunca mais quero ter que navegar.

Deixe-me Provar



Se eu te mostrar o que eu sinto você vai acreditar?
Se eu te disser que posso te fazer feliz, você vai me dar a chance de provar?
Por favor, deixe esse momento durar porque eu não sei se tudo isso é de verdade.
Não me belisque, não me acorde, me deixe sonhar porque eu quero acreditar que tudo isso é de verdade.
Por favor, não derrube o meu castelo, não me faça desmoronar porque querido eu só quero te mostrar o quanto eu posso te amar de verdade...

Brilhe!




Brilhe. Esse é o seu momento, é a sua vez de mostrar do que é realmente capaz. As luzes estão piscando sobre a sua cabeça, mas não se apavore, porque esse é o seu momento.
Muitos te disseram que você não era capaz, que você não merecia e que não teria nada porque não tinha talento. Mas olhe, se você não tinha talento então porque é que chegou até aqui? Nada na vida acontece por acaso, você não ganha reconhecimento por acaso e se você tiver medo do fracasso vai acabar perdendo a chance de realizar seu sonho.

Olhe ao redor porque todos estão te olhando. Mostre do que é capaz porque todos estão aqui essa noite esperando ver sua estrela brilhando.
Não tenha medo de ver seu sonho se realizando, não tenha medo de lutar pelo que você quer, por favor, não morra na praia, não se afogue, continue nadando porque você está no caminho certo, está no caminho do sucesso e eu não quero ver você se afogando.
Querido porque duvida de si mesmo? Por que não pode simplesmente ver o que eu vejo e continuar acreditando?

Continue. Continue. Continue porque você já está brilhando!

Conhecendo o Mundo




Sempre me disseram que o mundo era lindo e que eu precisava desesperadamente conhecê-lo e isso me despertou uma enorme curiosidade de ver tudo com os meus próprios olhos.
Minha mãe me disse que o mundo era perigoso demais e que as pessoas não eram como eu imaginava que fossem. Fiquei mais curiosa e cada vez mais eu sentia necessidade de cair no mundo, de descobrir tudo de belo e de louco que ele tinha para me oferecer.
Eu ouvi meu pai gritar furioso quase com fumaça saindo pelas narinas “Não vá” enquanto eu jogava as malas no porta-malas sem me importar com mais nada. Eu finalmente estava quebrando minhas correntes, cortando meu cordão umbilical e pela primeira vez na minha vida fazendo algo que eu realmente quisesse fazer sem me preocupar com o que fossem dizer sobre mim.
Os raios de sol tocavam minha pele naquela manhã ensolarada enquanto o vento invadia o carro pelas janelas arreganhadas e fazia meus cabelos loiros voarem assim como eu estava voando, voando para além do meu lar.
Me senti livre, senti que estava respirando e gostei da sensação de liberdade. Estava feliz como jamais tinha estado antes, estava livre e poderia conhecer os lugares que antes nunca pude e fazer coisas que antes não podia fazer.
Agora eu poderia conhecer pessoas diferentes, lugares diferentes e quando eu me cansasse, poderia simplesmente me mudar de novo e conhecer outro lugar porque agora eu era livre, livre no mundo, livre e desesperada para poder voar e conhecer tudo o que ele tinha para me mostrar.
Nada é maior do que minha fome de viajar, de me perder, de me encontrar, de me sentir livre e de ter a certeza de que agora eu posso começar a fazer os meus sonhos se tornarem realidade porque agora o meu carro é o meu único endereço, o meu único lar.

Vale a Pena Arriscar




Eu te observo de longe e sinto uma enorme vontade de correr para os seus braços, mas eu sei que não posso. Eu me agarro a minha cama encharcando meu travesseiro com as minhas lágrimas cheias de lembranças que eu nunca consigo esquecer.
A minha cama está tão fria sem você aqui para esquentar e eu me sinto tão solitária nesse quarto que agora parece grande demais para uma pessoa só.
Estou esperando pelos seus beijos desde aquele ultimo dia em que você esteve aqui comigo. Eu sei que é loucura continuar com tudo isso, mas acho que seria mais louco ainda não poder alimentar um coração que tem fome de amar.
Eu sei que isso tudo não é certo e que no final de tudo isso eu ainda posso sair mais ferida do que eu estava quando entrei, eu sei que as consequências para alguém que age mais com a emoção do que com a razão podem não ser as melhores, mas por você eu estou disposta a arriscar tudo isso.
Eu não estava sendo radical quando eu disse que eu te amo, e eu nunca tinha dito isso a ninguém antes porque eu nem se quer sabia o que era amar, mas você me mostrou que você era aquele que se eu dissesse, merecia ouvir sair da minha boca um “eu te amo” mesmo que eu nunca tenha te dito com palavras e sim com os meus gestos e sorrisos bobos.
Se você me perguntar o que é amar, eu não vou saber te responder, mas eu sei que eu amo o jeito que você é, eu amo o que você me faz sentir, eu amo o teu olhar, simplesmente amo te amar e quando você vai embora, eu não resisto, eu não consigo segurar e tudo o que eu faço é chorar porque a única coisa que eu quero é poder te amar...